quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Agradecer...


Resolvi reativar este espaço, pois aqui compartilho de maneira livre minhas opiniões, pensamentos, inspirações. As postagens não são constantes, mas de certa forma estou feliz por ter me permitido dividir este blog com seus seguidores e leitores. Não estou competindo com ninguém para saber quem teve mais acessos, mas a cada texto lido, sei que algo desperta em quem os vê. Obrigada a você que dedica um instante do seu tempo para isso. Segue em resumo, algumas imagens feitas por mim em 2015. A maioria registros da natureza, amo fotografar! Grande abraço!











2016 vem aí

Imagem ilustrativa
Faltando poucas horas para a chegada de 2016, a expectativa de algumas pessoas aumenta. É como se a meia noite os problemas até então deixarão de existir, todos os desejos serão realizados de maneira instantânea! Porém o que vai acontecer é o seguinte: muitos sorrisos, fogos de artifício, champanhe, mesa farta... 

Na manhã seguinte a única coisa nova que teremos é o novo ano, sim meus amigos, isso não é uma visão pessimista e sim realista! O que temos nas mãos é um novo livro para ser escrito por cada um de nós, uma nova oportunidade que nos foi dada para fazer e ser diferente. Se tudo continuar da mesma maneira ao longo do ano, a culpa é exclusivamente sua que nada fez para que a história de sua vida mudasse. 

Difícil? Sim, pode ser a depender do que você está almejando. Impossível? Não! Desde que lute para conseguir. Mas que a cada dia deste ano novinho busque sonhar mais, amar mais, viver mais! E não estou me referindo a viver uma vida que não é sua, aceite o que você tem, reclame menos, pois bem próximo de ti existem pessoas que nada possuem. Tenha mais empatia, não queira prejudicar o próximo pois no fim das contas o prejudicado será você mesmo!

Para quem acredita em numerologia 2016 será o ano do número 9 que corresponde a bondade e solidariedade. Sendo assim, sejamos disseminadores do bem! Pode vir ano novo! No seu término espero que lindas histórias de superação, maturidade e conquistas tenham sido escritas!

domingo, 27 de dezembro de 2015

Ah o fim do ano...

Foto: Geila Carla
Com a proximidade de um novo ano, começam os desejos, felicitações e principalmente as muitas promessas para o ano vindouro, sendo que a maioria são esquecidas no primeiro mês. Das promessas que fez para este 2015 quantas você cumpriu? Não seria melhor agradecer pelas conquistas, a superação dos obstáculos que apareceram no caminho e a solução dos problemas? 

Claro, com a chegada de um novo ano, devemos estar confiantes em dias melhores, porém precisa-se estar consciente de que a vida é cheia de imprevistos, o espírito tem que estar pronto para encarar, falando assim parece tão fácil, mas buscar força em seu interior é preciso. Seja  na religião independente do segmento, livro de auto ajuda, ou como achar conveniente. 

Mas meus amigos, vamos procurar ser bons consigo mesmos e com o próximo. O mundo não está ruim, as pessoas é que não estão sabendo dar rumo a suas vidas enquanto seres humanos. Há uma crueldade encrustada no coração de alguns, basta acompanhar a mídia para perceber. Entretanto, precisamos ter o discernimento de que o bem existe e jamais deixará de existir, precisamos apenas divulgá-lo! 

Quantas famílias passaram e estão passando por dificuldades foram ajudadas pelo próximo? Milhares mundo afora! Essa semente do amor ao próximo precisa ser semeada e germinada. Alguns arrumam desculpas para seu comodismo:" ninguém tá fazendo", ou ainda "já tem quem faça, não preciso ajudar". Por causa de pessoas assim que nossa sociedade não acaba com a fome, desigualdade e tantas outras mazelas. 

Já ouviu a frase "se cada um fazer sua parte"... Então, já fez a sua hoje? Um cumprimento, ajudar alguém a atravessara a rua, respeitar o meio ambiente, tantas outras civilidades que vem se perdendo ao longo do tempo entre as pessoas, o que é muito triste. A partir de hoje, não encha sua agenda de promessas, passe a anotar suas atitudes que fazem a diferença. Eu já comecei.

Como você se define?

Imagem ilustrativa
Muito comum hoje em dia serem considerados "gente boa" aquelas pessoas que chamam a atenção quando chegam por serem sorridentes, tem grande facilidade em fazer novas amizades, enfim, são populares! Mas como definir as pessoas que vão de encontro a essas qualidades tão aparentes? Na maioria das vezes são rotuladas de  "metidos", anti sociais, mal humorados, vistos de maneira diferenciada da maioria. Então começam os questionamentos:" o que fulano tem que está com cara amarrada"? "nossa como sicrano é mal humorado"! E tantos outros que se for citar este texto ficará muito longo. Quer saber a real? 

Já parou para pensar que esta pessoa pode estar passando por algum problema? Que ela pode estar preocupada? Ou ainda que ela não é esnobe e mal humorada, apenas alguém que prefere falar quando e com quem ela quer e não quando querem que ela o faça. Muitos erram por falar demais, tornam-se inconvenientes, mas ninguém que está incomodado tem coragem pra falar. Outros acertam por silenciarem, pois sua sinceridade pode magoar ou causar algum constrangimento. A psicologia certamente explicaria perfeitamente essas diferenças no comportamento humano, mas como não tenho este conhecimento técnico, prefiro falar do que vivencio no meu dia a dia. 

Como me defino? 
Alguém de fácil convivência, desde que não seja contrariada, aí a leveza se torna peso.
Costumo dar minha opinião quando solicitada, mas ela nunca é respeitada e muito menos acatada, por conta disso quando algo dá errado uso a frase clichê:" eu avisei"!
Se me incomodo com algo me distancio, não sou obrigada a sacrificar horas da minha vida, para satisfazer a vontade alheia. E a minha vontade onde fica?

Amo meus animais e os que não são meus, gosto de observar o dia, o céu, tudo que o Criador fez. Em um mundo onde a maior reclamação é a falta de tempo, retiro minutos do meu para observar. 

Aos que me conhece sabe que nunca fui de ficar fazendo brincadeirinhas, seja com amigos ou familiares, mas muitos não entendem e me chamam de mal humorada. Quer saber? Não me importo. As vezes cansa, você querer expressar e não ser compreendido.

Se preciso de um psicólogo? Talvez.

Para concluir esse raciocínio digo apenas o seguinte: Quem considerar por bem gostar de mim, ótimo. Não gostar e me rotular, problema seu!

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

O amanhã....

Foto: Geila Carla


O que esperar do amanhã? Espero estar aqui para continuar escrevendo meus pensamentos e que o máximo de pessoas possam ler. Para o amanhã que está perto espero pela continuidade da vida e com o raiar do dia a oportunidade de recomeçar aconteça. 

Para outro amanhã, me refiro ao futuro... distante, incerto, mas que neste contexto as pessoas possam ser melhores, amáveis, gentis umas com as outras e acima de tudo: valorizem sua existência lembrando do que nos foi ensinado através da pessoa mais perfeita que existiu: Jesus Cristo! Aos que acreditam, sua simplicidade e capacidade de amar são exemplos para todos nós! Perfeitos jamais seremos, entretanto respeitar o próximo, se preocupar em ser cada vez melhor enquanto ser humano e o principal. Espalhar amor! 

Que nosso amanhã seja com saúde, sorrisos e cumprimentos que vem sendo deixados de lado por alguns... Lembre-se, um "bom dia" pode arrancar um sorriso de quem naquele instante queria chorar. Um abraço afetuoso, envolve a alma de quem o recebe de amor. Mentalize, se conscientize... o amanhã pode não vir, aproveite!

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

De repente....


Foto: Geila Carla

Você percebe que nem todos seus planos serão concretizados....
Que a sua vida nem sempre é conduzida como você gostaria...
Que sua infância passou tão rápido e foi mal aproveitada..
Que os anseios da juventude em conquistar o mundo, foram freados na fase adulta...

Que as responsabilidades cotidianas são tão pesadas que o leva a pensar que não vai conseguir....
Que um problema nunca vem sozinho...
As soluções vem depois do desespero e preocupação....

Mas, de repente você percebe que:
Se a vida tem um rumo inesperado, contorne.
A sua criança interior não se perdeu com o passar dos anos.
É preciso se conhecer melhor e ir em frente.
O peso da responsabilidade existe mas seja forte, não desista.
Os problemas sempre vão aparecer, resolvê-los é sua missão.

Supere-se, reivente-se, viva!

domingo, 13 de dezembro de 2015

2° pedal solidário é realizado com sucesso em Riachão do Jacuípe



Aconteceu na manhã deste domingo (13) em Riachão do Jacuípe a segunda edição do Pedal Solidário, organizado por Joselito Santos, Georgio Rios e Agenor Filho. Por volta das 07:20 cerca cem ciclistas deram a pedalada inicial da Cheiro de pizza (pizzaria de Elza) na praça Landulfo Alves, percorrendo ruas de vários bairros da cidade, todos os participantes doaram alimentos não perecíveis e durante o trajeto moradores fizeram doações apoiando a causa deste evento, cujo propósito é doar cestas básicas que serão doadas a famílias carentes de Riachão. Participaram ciclistas de todos os grupos de Riachão do Jacuípe e também pedaleiros de outros municípios a exemplo de integrantes dos Trilheiros da caatinga de Conceição do Coité, como prova da total integração dos ciclistas em prol de ajudar a quem precisa. Este ano a novidade ficou por conta do sorteio de brindes aos participantes no final do trajeto, aliás regado a muito açaí, água de coco e picolé na sorveteria de Carlinhos também na praça. Para os organizadores do evento o objetivo foi alcançado. Devido ao sucesso do 2° pedal solidário mais ideias para fomentar o pedal do ano que vem, estão surgindo! Mais uma prova do quanto pedalar agrega as famílias, casais e até quem estava sedentário! Pedalar é saúde! 






Fotos: Rômulo Carneiro.

Confraternização Bikenautas

Ciclistas reunidos para pedal urbano

Com o espírito de entusiasmo e união os ciclistas do grupo Bikenautas de Riachão do Jacuípe, se reuniram na noite deste sábado (12), para sua primeira confraternização. Criado em 2013 o grupo Bikenautas começou de maneira tímida e aos poucos foi agregando novos integrantes, hoje conta com mais de 20 ciclistas unidos pela amizade, amor ao pedal e principalmente cultivando a saúde e o bem estar que a bicicleta proporciona. Antes de chegar ao local do encontro os ciclistas fizeram um pedal pelas ruas da cidade totalizando 11km. Logo após foram para a D'Gust pizzaria, onde tivemos a apresentação da cantora e bikenauta Carol Silva que nos presenteou com sua linda voz, além disso foi apresentado a todos o modelo da camisa 2016 do grupo, a revista bikenauta que dentre em breve estará disponível para donwload e a criação da carteirinha do bikenauta idealizados pela Callen 82 de responsabilidade do designer e bikenauta Georgio Rios. Nos intervalos a interação ficou por conta do radialista e bikenauta Agenor Filho. Ao longo da noite entre pizzas, sorrisos e muitas histórias dos pedais, foi exibido slides com a seleção de alguns registros dos muitos pedais realizados pela equipe. A animação tomou conta dos presentes com o sorteio de diversos brindes. Encerramos a noite com a certeza do quanto é bom construir amizades que surgiram ou se fortaleceram através da bike. Alguns ciclistas não puderam comparecer, mas foram citados. Que venha 2016 com muitas ideias e projetos para acolher mais e mais pessoas com o mesmo propósito: pedalar! "É Bikenautas, é off road"!


Bikenautas reunidos
Carol silva
Dete Carvalho feliz com seu brinde.
Nelma Santiago e Jó Cicle


 Fotos: Roque Santiago

sábado, 12 de dezembro de 2015

2º Pedal Solidário de Riachão do Jacuípe.


Acontece amanhã (13), em Riachão do Jacuípe o 2º pedal solidário. Com o intuito de arrecadar alimentos para distribuir as famílias carentes e incentivar a prática do ciclismo a pessoas de todas as idades. Participe!!

Onde está a beleza?



 
Imagem ilustrativa
O que é bonito para você? Talvez a resposta não seja a mais apropriada, já que vivemos em uma ditadura da beleza onde ser belo é ter cabelo liso, olhos claros e corpo escultural. Vítimas de uma preocupação exagerada com a beleza todos os dias se submetem a procedimentos cirúrgicos procurando ficar mais bonitos, entretanto o resultado na maioria das vezes não é satisfatório e eles acabam escravos do bisturi em uma busca inválida, aliás, o resultado às vezes é acompanhado de arrependimento e depressão, esta por sinal a cada dia vem fazendo mais e mais vítimas. Então retorno a pergunta inicial: o que é bonito para você? É interessante que as pessoas parem de buscar algo que não alcançarão, por que para os que acreditam somos criação Divina, sendo assim Ele se deu ao trabalho de criar seres únicos, quem não gosta de exclusividade? Por que então querer ficar parecido com aquela modelo, ou aquele ator famoso?  Estamos vivendo em uma sociedade onde quem tem mais riqueza e “beleza” tem mais espaço, pensar desta maneira demonstra conformismo e falta de vontade de mudar esta situação. Prefiro pensar que o ideal de beleza é acima de tudo, ter saúde, família, amigos, religião (não importa o segmento), um emprego digno. Em muitas cidades é cada dia mais comum no final da tarde várias pessoas na maioria mulheres correrem para as academias em busca do corpo “perfeito”, quanto mais perna melhor, ou seja, esquecem-se de que não adianta lutar contra a ação da gravidade, o que falta não é disposição, e sim trabalhar o psicológico para receber com saúde as marcas que o tempo nos impõe a cada dia, gradativamente. Praticar atividade física é essencial a nossa qualidade de vida, mas enquanto a estética e modismo prevalecer, os livros continuarão empoeirados, as famílias menos unidas, filhos sem acompanhamento e todos os ingredientes para a beleza interior pouco utilizada. Vale o dito popular: “beleza não põe mesa”, pois o que é bonito está dentro de nós.

Dias melhores pessoas melhores!



 
Foto: Geila Carla
Ao longo das décadas foi possível a ciência fazer novas descobertas, ao homem desbravar locais até então desconhecidos. Estamos no século 21, em um desenvolvimento desenfreado de novas tecnologias, excesso de atividades em curto prazo, fazendo com que tenhamos cada vez menos tempo. A pergunta que fica é: ”Por que correr tanto”? Percebo que nessa busca desenfreada pelo ter, pessoas estão esquecendo o mais importante: O SER! Cada vez mais comum nos meios de comunicação nos deparar com situações que fogem a racionalidade, tais como a degradação ambiental, a falta de amor próprio e ao próximo, até mesmo os valores mais simples como o respeito estão ao que parece se perdendo com o passar dos dias, o que nos leva a pensar em como ter dias melhores com pessoas piores?  Chega a ser controverso, porém, é a realidade. Em meio a essa turbulência é necessário redescobrir a capacidade de amar e principalmente fazer bom uso da consciência. A melhor maneira de equilibrar ter e ser é buscar o melhor de situações mais simples, ao acordar agradeça o fato de TER uma nova oportunidade para viver, ao sair de casa mesmo que por segundos contemple a beleza do céu, perceberás que seu dia será mais leve. Se apegue aos pequenos detalhes do dia e cuide melhor do seu SER. Seja intenso nas suas atividades cotidianas sem perder a serenidade, tenha em mente que a vida é curta e mesmo diante das dificuldades não se entregue, percorra seu caminho de maneira equilibrada, atitudes impensadas trazem sofrimento e faz brotar o que carregamos de pior dentro de si como a raiva e suas consequências. Não perca minutos valiosos de vida com aborrecimentos, veja sempre o lado bom de tudo, mesmo que a situação tente provocar o contrário. Dê a sua vida as cores que ela merece! Delete tudo que te prejudica seja pessoas, situações ou simples objetos. Traga dentro de ti vontade de seguir, de buscar, se divertir e principalmente viver! Agradeça a Deus por cada instante que Ele nos concede neste mundo, procure fazer o bem a sim mesmo, aos outros.